Home page    ::    História    ::    Ordem    ::    Artesãs    ::    Contactos

Artesãs

A arte cristã dos mosteiros de Belém, quer ser uma expressão da fé, uma revelação de algo essencial ao homem.

Os objectos produzidos nestes mosteiros não são necessariamente peças de arte ou decoração que suscitam emoções sensíveis.

Estas obras nascidas da oração contentam-se em contar o Invisível.

O seu propósito é atingido quando os que as observam são elevados para além deles mesmos, num certo silêncio.

Para ganhar o pão de cada dia e para construir os mosteiros, cada monge trabalha de três a cinco horas por dia no atelier do seu ermitério.

0 trabalho artesanal dos monges e das monjas de Belém não é só o meio de ganhar o pão de cada dia, mas também um serviço de Igreja, pois é bom para o povo de Deus receber a mensagem da Fé e da oração dos que Deus chama a deixar tudo e a guardar silêncio para adorá Lo dia e noite na solidão.

* Os íCONES de Cristo, da Virgem e dos santos são pintados segundo a tradição do Oriente, que traz nela própria a sua teologia e a sua sabedoria. Os ícones fazem se num clima de oração silenciosa, jejum e vigília.

* Realizadas igualmente na oração, as ESCULTURAS ROMÂNICAS OU GÓTICASS, foram concebidas segundoa tradição do Ocidente na idade de ouro da Arte Sacra. Os mosteiros de Belém esforçam se por reproduzi Ias hoje em carvalho maciço, sendo fiéis às técnicas simples de outrora.

Expressão da pura fé cristã, estes ícones e estas estátuas, feitos para lugares de oração, estão destinados a tornarem se Presença. Podem ajudar os homens de hoje a receber a Palavra de Jesus: "Estou convosco até ao fim do mundo"(Mateus 28,20).

Este artesanato, que nasce da oração, é um louvor ao Invisível. Grande é a alegria daqueles que trabalham nos diferentes mosteiros de Belém quando os que olham estes ícones e estas modestas estátuas de madeira ou dolomite, são atraídos para além deles mesmos, para um certo silêncio de fé e de adoração.

Esta vida é feita de santa pobreza

Cada mosteiro de Belém vive e ora na santa pobreza recebida de Jesus pobre. Segundo os diferentes países, as fundações dos novos mosteiros realizamse graças à solicitude do "Pai dos Passarinhos", à adoração profunda de cada um, ao seu trabalho corajoso e à renúncia de tudo o que não é o Evangelho

 

Home page    ::    História    ::    Ordem    ::    Artesãs    ::    Contactos
R. Rainha Santa Isabel, Edifício Bloco C – Fracção G 2495-424 FÁTIMA b artesdomosteiro@artesdomosteiro.pt / www.artesdomosteiro.com b Tel. 249 53 82 88

Avenida Ressano Garcia 27 B | 1070-234 Lisboa | Tel. 21 384 04 51

Telefone Urgência - 91 917 91 67

Página Facebook Artes do Mosteiro

Powered by Agriciência